Praça dos Girassóis — Palmas, TO

(63) 3213-3633

Notícias da catedral › 09/04/2018

Catedral envia 35 mulheres para encontro Nacional de Mães que Oram pelos Filhos

Grupo Mães que oram pelos filhos

A Catedral de Palmas enviará 35 mães para o IV Encontro Nacional de Mães que oram pelos filhos, na Comunidade Canção Nova em Cachoeira Paulista/SP, nos dias 13, 14 e 15 de abril. A missa de envio será presidida nesta terça-feira (10), às 18h30, na paróquia.

O grupo começou a se organizar para o evento desde o ano passado, quando pela primeira vez quatro mulheres participaram do encontro. A coordenadora do movimento na Catedral, Simone Aires Parente, conta que a caravana do Tocantins vai composta de “aproximadamente 150 pessoas, dessas, uma media de 60 mulheres são de Palmas, sendo 35 delas da Catedral”.

O encontro tem como objetivo orientar as mães para a educação religiosa dos seus filhos; aprender a orar e, assim, interceder por eles e por toda a família. A caravana sairá de Palmas às 11h desta sexta-feira (13) e retornará na segunda-feira (16).

“Nós mães temos a missão de abençoar e proteger os nossos filhos, mesmo nos lugares onde não estamos. A mãe tem uma ligação muito forte com os filhos. No grupo nós intercedemos pelos nossos filhos e também pelos filhos das mães que não podem estar presente”, conta Simone.

Na Catedral o grupo de Mães que Oram Pelos Filhos se encontram todas as terças-feiras, às 19 horas.

Missão das mães

Padre Eduardo Zanom, pároco, explica que “a mãe deve ser como Maria na vida de um filho. Ela não só deve interceder, mas ela deve ser exemplo, deve ser testemunho. A mãe é, sobretudo, uma testemunha da fé para o filho. Fazer com que o filho exerça essa mesma fé é fundamental para que a mãe corresponda ao papel de Maria dentro do seu lar”.

Sobre os desafios para o cumprimento do chamado à vocação espiritual das mães, Zanom exorta: “Não adianta nada a mãe oferecer sustento e não oferecer uma vida interior, espiritual e de valores para o filho. Nós temos que vencer o materialismo e a falta de tempo para que através da unidade, do testemunho e da oração em família os males do mundo moderno sejam superados”.

Como surgiu o movimento?

O movimento Mães que Oram Pelos Filhos iniciou com mães jovens da Paróquia São Camilo de Lélis, em Mata da Praia, Vitoria (ES), no ano de 2011. Elas sentiram a necessidade de se reunirem uma vez por semana para orar e interceder pelos seus filhos. Pregam a restauração das famílias pelo poder da oração.

O grupo “é um chamado para que todas as mães, à exemplo de Maria, busquem no silêncio e na oração cultivar a fé, ser fiel ao dom da maternidade que lhe foi concedido, vencer as dores, ser grata e saber rejubilar-se com as obras de Deus” explica o manual do Ministério Nacional para Novos Grupos de Mães que Oram pelos Filhos.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.