Praça dos Girassóis — Palmas, TO

(63) 3213-3633

Notícias › 18/09/2018

Encontro do CNLB reúne juventudes do país dentro do contexto do Sínodo de 2018

O Conselho Nacional do Laicato do Brasil (CNLB) com o objetivo de formar com todos os regionais novas teias de comunicação e articular a caminhada da Comissão Nacional de Juventude promove no Centro de Formação Sagrada Família, em São Paulo, nos dias 28 a 30 de setembro, o Encontro de Articulação da Juventude do CNLB. Foram convocados para participar da iniciativa membros da Comissão Regional de Juventude (CRJ) e organizações filiadas de cada regional da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e um jovem inserido nos trabalhos dos regionais.

Com a assessoria da coordenadora de projetos no Centro de Juventude Anchietanum, Vanessa Araújo Correia, estão entre as propostas do encontro apresentar e pensar a organização atual da Comissão Nacional de Juventude do CNLB, além de entender a conjuntura das juventudes do país dentro do contexto do Sínodo de 2018, que tem como tema “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”.

“Toda hora em que nós dermos oportunidade de formação, de desenvolver o senso crítico, de chamar para a responsabilidade, de estimular para que estudem, atualizem, se formem e busquem cada vez mais argumentos para poder debater, discutir os assuntos atuais estamos criando um novo cidadão, uma nova cidadã”, afirma o presidente da Comissão para o Laicato da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Severino Clasen.

De acordo com dom Severino, o organismo da CNBB sempre se preocupou com a juventude, prova concreta disso é o encontro de articulação. “O CNLB sempre teve essa preocupação com a juventude, isto é a vitalidade do próprio conselho: fazer com que as novas gerações se sintam estimuladas a fazerem parte da formação e também da consciência crítica para que não se tornem coniventes com o mundo da corrupção, das injustiças, das falcatruas e, por isso, é importante despertar e fazer com que haja esses encontros, sobretudo, esses de formação”, finaliza o bispo.

Na programação do encontro estão previstas várias atividades. No primeiro dia, por exemplo, haverá uma roda de conversa sobre o que cada participante faz no regional e há quanto tempo estão no CNLB. No sábado, dia 29, a juventude e o protagonismo jovem no mundo será tema de uma análise de conjuntura que contará com a assessoria da coordenadora de projetos no Centro de Juventude Anchietanum, Vanessa Araújo Correia. No último dia, 30, a partir das propostas apresentadas em momentos anteriores, os participantes terão a oportunidade de eleger um coordenador ou coordenadora para a Comissão de Juventude do CNLB.

Sarah Suzan, da Comissão da Juventude do CNLB deseja que esses dias sejam de muita articulação, dedicação à causa e principalmente de comprometimento. “Será um momento de aproximação da Comissão Nacional com os jovens que estão atuando nos conselhos de Leigos dos regionais do Brasil, dialogar sobre a identidade laical dos mesmos, o que fazem, como atuam”, aponta. Ainda de acordo com ela, o momento foi pensado com muito carinho. “Entendemos que o organismo precisa ouvir a juventude e ao mesmo tempo vivenciar esta beleza que a juventude traz para a Igreja do Brasil”, comenta.

Para a secretário-adjunta do CNLB, Sônia Gomes o momento é de reafirmar o protagonismo leigo, e principalmente o leigo-jovem. “Afirmamos com este encontro, assim como outros também que estão acontecendo pelo país, nosso papel no comprometimento com a causa de Jesus Cristo. Que este encontro possa nos revigorar para assim darmos continuidade nessa proposta de uma comissão leiga de juventude organizada, na perspectiva de um organismo articulado com os regionais, os diocesanos e pensando ainda nesta juventude leiga que possam assumir o seu protagonismo jovem nos vários ambientes onde eles se encontram. São estes ambientes que os jovens leigos e leigas são chamados e desafiados a viver o seu agir cristão”, finaliza.

Confira a programação completa e outras informações no site do CNLB: http://www.cnlb.org.br

Via CNBB

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.