Praça dos Girassóis — Palmas, TO

(63) 3213-3633

Notícias da catedral › 02/07/2018

Conheça o que são as pastorais? Seja peça dessa Obra!

Participar ainda mais da pastorais da comunidade, servir aos irmãos mais necessitados e anunciar o Reino de Deus são desejos que nascem no coração de cada fiel que vivencia um encontro profundo com o Amor de Deus. Não dá pra sentir-se filho amado do Pai e não se sentir inquietado para sair de si e servir ao outro. Mas onde? Como? E em quê posso servir na Paróquia?

Local de servir é a Pastoral

Cada comunidade possui inúmeros serviços, que na Igreja são as chamadas pastorais, onde é possível doar parte do seu tempo à edificação do Reino de Deus. A constituição pastoral Gaudium ed Spes, do Concílio Vaticano II, reforça o chamado da Igreja a debruçar-se sobre as angústias do homem para, a partir delas, propor a mensagem cristã. Portanto, servir em uma pastoral é ir de encontro às necessidades da humanidade, seja do ponto de vista espiritual, como social e humano.

Pastorais da Catedral no Festejo de 2018

Chama-se pastoral, devido a figura de Jesus, Bom Pastor, que cuida das necessidades de suas ovelhas, agora através do serviço da Igreja. Diversas são as formas de servir que tomam por nome as diversas pastorais: da criança, do idoso, do surdo, carcerária, litúrgica, da música, dos jovens, social. Tantas sejam as necessidades, tantas serão os serviços da Igreja.

O Papa Francisco sempre agradece a dedicação de tantos cristãos a vivência pastoral nas comunidades. “Agradeço o belo exemplo que me dão tantos cristãos que oferecem a sua vida e o seu tempo com alegria. (…) Este testemunho faz-me muito bem e me apoia na minha aspiração pessoal de superar o egoísmo para uma dedicação maior” (Evangelii Gaudium, nº 76)

O que preciso para servir nas pastorais

Serviço e alegria são marcas das nossas pastorais

Muitos podem se perguntar sobre o que é necessário para servir em uma Pastoral. Antes de qualquer coisa, o fiel que deseja servir precisa estar aberto a fazer a vontade de Deus em sua vida e na vida da comunidade. O serviço é uma disposição interior que nasce da experiência do discipulado, de quem se debruça em oração e se coloca aos pés do Mestre, para ir em missão. Levantamos os pontos mais importantes para que um fiel faça parte de uma pastoral:

Espiritualidade: O grande alicerce de um serviço na Igreja é a oração. Ainda que a vivência cristã esteja no início, é preciso que o fiel busque a oração para alimentar sua vida interior, de modo que transborde na evangelização e na caridade. Sem oração, a pastoral é vazia e sem fecundidade, correndo o risco de tornar-se uma espécie de trabalho meramente social.

Alegria: “Servi ao Senhor com Alegria” (cf. Sl 100, 1). O serviço na Igreja não pode ser algo imposto ou obrigatório, é uma entrega livre e sobretudo, feliz! Portanto, nada de um semblante ranzinza ou fechado. Servir a Deus deve ser sempre uma satisfação.

Formação: É importante que um dos aspectos mais trabalhados pelas pastorais seja a formação. “Qualificar a formação e participação dos leigos, capacitando-os para encarnar o Evangelho nas situações específicas onde vivem ou atuam” (CELAM, Santo Domingo, p. 664, 60). Para enfrentar os desafios do mundo de hoje é necessário muita conscientização e coerência de fé para uma evangelização eficaz.

Disponibilidade: Organização e priorização são imprescindíveis para que um cristão seja ativo na pastoral. Não adianta querer e não estar disponível. Colocar o serviço como prioridade na sua vivência torna o serviço ainda mais forte e constante.

Sentido de pertença à comunidade de fé: A fidelidade dos agentes de pastoral passam pelo sentimento de pertença à sua paróquia. Quando um cristão se sente parte da Igreja – ele se entrega –  pois, sabe que está unido ao Corpo místico de Cristo. Portanto, uma forte vivência de fraternidade e coparticipação torna o comprometimento da comunidade mais sólido e permanente.

Agora, é preciso descobrir qual pastoral em que você irá se encaixar. Que tal conhecer as pastorais da nossa Catedral?  Encontre o seu lugar e seja peça dessa obra!

Tags:

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.