Praça dos Girassóis — Palmas, TO

(63) 3213-3633

Artigos › 27/04/2021

4 ideias para desenvolver o pensamento crítico em seu filho(a)

Discernir, formular seu próprio julgamento, tomar atitudes responsáveis, são escolhas com as quais a criança será confrontada durante sua escolaridade e sua vida. Para ajudá-los a desenvolver suas habilidades de pensamento crítico, nada melhor do que decifrar uma publicidade ou um noticiário de televisão com eles no dia a dia. Assim, ele poderá colocar em palavras o que sente. Aqui estão algumas dicas que irão ajudá-lo a discutir esses tópicos em família no dia a dia e, assim, formar sua opinião, não se deixando levar pelas opiniões de outras pessoas e ser capaz de debater e trocar pontos de vista.

1. Assista a um programa de TV ou filme juntos

Depois de assistir a um filme com seu filho, ele deve saber dizer algo além de “foi bom ou foi ruim”. ” Faça perguntas como: “Você viu a evolução do personagem?”, “O que você achou da decisão do personagem? “,”Como esse sentimento foi mostrado no filme?”, etc., isso pode gerar uma conversa muito interessante.

Se uma criança viu um filme que achou ruim ou ficou chocada com certas imagens, sempre é possível curar o ruim com o bom, dedicando um tempo para mostrar a ela o outro lado da moeda. Alguns comentários podem ser úteis, por exemplo: “O verdadeiro amor não é violento, é gentil, é respeitoso com o outro”.

2. Acompanhe alguma notícia juntos 

Também é possível acompanhar o andamento de um evento ao longo de uma semana e ver o que a mídia está dizendo. O que eles querem mostrar? Onde está a realidade? Poderíamos ter apresentado as informações de forma diferente? Compare diferentes artigos de jornais sobre o mesmo assunto.

3. Analise um anúncio

É interessante ver com seu filho como a propaganda bajula nossos sentidos (através da gula, da sensualidade, dos sonhos) para vender um produto. O que motiva quem o fez (marketing, moral)? Que imagem de mulher estamos passando? Que papel atribuímos ao homem? Como isso afeta o que nós amamos, nossas amizades e nossa felicidade?

4. Discuta as leituras

Embora às vezes seja mais difícil (por falta de tempo), é bom ler com seu filho pelo menos três livros por semana. Eles são uma fonte de discussão. Por que não sugerir à criança que dê uma nota ao livro e depois explique por que deu uma nota boa ou ruim ? Os menores podem falar enquanto os mais velhos podem anotar, analisando o livro ao mesmo tempo.

 

Fonte: Aleteia

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.